estresse

 

Segundo a National Institute of Mental Heath (NIMH) dos EUA:

 

  • O estresse afeta todos. Algumas pessoas lidam com o estresse de maneira mais eficaz ou se recuperam mais rapidamente do que outras.
  • Existem diferentes tipos de estresse. Todos eles com riscos para a saúde física e mental. Um estressor pode ser uma ocorrência única ou de curto prazo (ex.: mudança súbita como perda de emprego, divórcio, doença, evento traumático, etc.) ou uma ocorrência que contínua ou de longo prazo (ex.: pressões do trabalho, escola, família e outras responsabilidades diárias).
  • Nem todo estresse é ruim. Ele pode motivar as pessoas a se prepararem para um desafio (ex.: entrevista de emprego) ou para enfrentar uma ameaça à sobrevivência (ex.: tragédias). Nessas situações, o pulso e a respiração aceleram, os músculos ficam tensos, o cérebro usa mais oxigênio e aumenta a atividade.
  • O estresse a longo prazo pode prejudicar sua saúde. Problemas de saúde podem ocorrer se a resposta ao estresse persistir por muito tempo. Com o estresse crônico, as mesmas respostas fisiológicas que podem salvar sua vida também podem suprimir seus sistemas imunológico, digestivo, do sono e reprodutivo, fazendo com que eles parem de funcionar normalmente.
  • Existem maneiras de gerenciar o estresse. Os efeitos do estresse tendem a aumentar ao longo do tempo. Algumas medidas práticas podem reduzir ou impedir esses efeitos, como: aprender a reconhecer os sinais da resposta do seu corpo ao estresse (alterações no sono, aumento do uso de álcool e outras substâncias, irribilidade, falta de energia); fazer exercícios físicos regularmente; praticar atividades relaxantes (meditação, yoga, tai chi); estebelecer objetivos e prioridades em diversas áreas da vida; conectar-se com pessoas que podem fornecer apoio emocional; e obter cuidados de saúde adequados.

 

Saiba se você já apresentou sintomas de estresse:

 

 

- Você tem apresentado alguns desses sintomas físicos: dores de cabeça, cansaço, fadiga, tensão muscular, tonturas, alterações no sono, alterações no apetite, gastrite/úlceras, queda da imunidade, queda de cabelo e/ou alergias de pele?

 

- Você tem apresentado alguns desses sintomas emocionais: tristeza, desânimo, falta de prazer, angústia, esgotamento e/ou sensação de falta de controle?

 

Se sua resposta foi SIM para algumas dessas perguntas, é possível que você tenha sintomas associados ao estresse. Caso isso esteja ligado a problemas em sua vida, busque auxílio profissional para avaliação, esclarecimento, tratamento e prevenção.